Pesquisar

Formulário de procura

 

Sonhos VS. Pesadelos: as principais diferenças

O sono é um período de repouso para o corpo e a mente, durante o qual a motivação e a consciência estão em inatividade parcial ou completa. Em média, um terço da nossa vida acontece quando dormimos, sendo uma parte do nosso sono preenchido por sonhos ou pesadelos. Os sonhos são cargas emocionais armazenadas no inconsciente, que projetam imagens e sons, enquanto os pesadelos são sonhos assustadores que usualmente interrompem o sono subitamente por um medo intenso, ansiedade e sentimentos de perigo iminente. Conheça quais são as 10 principais diferenças entre os sonhos e os pesadelos.

1. Atividade cerebral

A atividade cerebral é semelhante quando estamos sonhando ou acordados, pois é neste momento que é feito o armazenamento da informação do dia que passou, fazendo a separação do que é comum e importante. Este é um processo essencial para o bem-estar físico e psicológico da pessoa, o qual interfere se ao dormir a pessoa terá um sonho ou um pesadelo.

2. O sonho é a realização de um desejo

Sigmund Schlomo Freud, médico neurologista e criador da psicanálise, diz que o conteúdo de um sonho está definido como a “realização de um desejo”, ou seja, os sonhos noturnos são gerados pela busca de realização de um desejo reprimido ou uma ação que por algum motivo não conseguimos concretizar na vida real.

3. O sonho é uma ferramenta que procura o equilíbrio

O psiquiatra suíço Carl Gustav Jung, baseando-se nas observações de seus doentes e nas suas próprias experiências, tornou o papel dos sonhos mais abrangente. Os sonhos não revelam apenas os desejos ocultos, eles são também uma ferramenta da psique que procura o equilíbrio por meio da compensação. Todos sonhamos para manter o equilíbrio na nossa vida.

4. O sonho relaciona sentimentos a objetivos

Há muito tempo que é afirmado que os sonhos têm significados ou podem mesmo ser premonitórios. Constantin Stanislavski, escritor russo de grande destaque entre os séculos XIX e XX, afirmou que a simbologia dos sonhos não só está dada pelo contato que o criador do sonho teve com o objeto, mas também com a forma que ele relaciona sentimentalmente esse objeto a algum acontecimento da sua vida.

5. Os pesadelos são perturbações

Os pesadelos são perturbações da qualidade do sono. São sonhos difíceis que causam a sensação de opressão torácica e dispneia, terminando por um despertar sobressaltado ou agitado e com ansiedade associada. Os pesadelos têm, geralmente, origem psicoafetiva e a sua fonte são uma série de pensamentos negativos que quando armazenados em grande escala tomam conta dos pensamentos enquanto se dorme em forma de imagens e sons criados pelo cérebro com um conteúdo assustador.

6. As lembranças do pesadelo

Ao acordar a pessoa lembra-se imediatamente do contexto do pesadelo e está completamente atenta logo após o acordar, com pouca confusão ou desorientação. O retorno ao sono é retardado e mais lento do que o tempo para adormecer em circunstâncias normais. Os pesadelos são mais prováveis na segunda metade do período de sono. Após algum tempo, a tendência é para a pessoa esquecer total ou parcialmente o conteúdo do pesadelo, muitas vezes tendo apenas a certeza de ter tido um pesadelo, no entanto não sabendo sobre o quê ou o que acontecia exatamente ou quais os intervenientes.

7. Saber evitar pesadelos

Para evitarmos os pesadelos devemos conhecê-los, pois muitas vezes o pesadelo é o mesmo ou idêntico todas as noites, assim é possível combatê-los. Alguns especialistas acreditam que enfrentar o pesadelo possa ser tão útil quanto enfrentar os próprios problemas que estejam na origem.

8. Dormir de barriga cheia pode causar pesadelos

Diversos especialistas alertam que dormir de barriga cheia pode ser a causa de muitos pesadelos. Por isso recomenda-se que não faça refeições pesadas antes de se deitar, nomeadamente três horas antes. Segundo William Dement pesquisador e fundador do Centro de Pesquisa do Sono, outra razão dos pesadelos poderá ser a ingestão de drogas.

9. A principal diferença entre sonho e pesadelo

A principal diferença entre sonhar e ter pesadelo é o tipo de conteúdo que o cérebro processa enquanto a pessoa dorme. Os sonhos manifestam desejos e vontades, enquanto os pesadelos têm um conteúdo mais obscuro e assustador. Entretanto, é sempre bom lembrar que o pesadelo é considerado um tipo de sonho.

10. Sonhos e pesadelos não acontecem por acaso

Para os especialistas, sonhos e pesadelos não acontecem por acaso. Ambas são reações planejadas pelo inconsciente. É lá que guardamos muitos dos nossos medos, incertezas e dificuldades de viver, e é de lá que saem as reações das informações ocultas. No entanto não devemos deixar que elas interfiram de forma negativa na nossa vida.

Gostou deste artigo?: