Pesquisar

Formulário de procura

 

Os sonhos recorrentes e os sonhos em capítulos

Sonhar com o por do sol quase todos os dias da semana ou sonhar em capítulos como se o sonho fosse uma novela podem ser simples lembranças do inconsciente recheadas de significados. Entretanto, a repetição de um sonho ou o motivo de sonhar de forma contínua nos intriga a respeito de seus significados, afinal, sonhar de forma repetida ou em sequência não é tão incomum como muitos imaginam, será?

Sonhos recorrentes vs. Sonhos em capítulos

De acordo com estudiosos do universo onírico, os sonhos recorrentes são um aviso que algo na vida do sonhador necessita de mudanças urgentemente. São como lembretes de contas em atraso ou de um compromisso que foi esquecido. Já os sonhos em capítulos retratam ansiedades ou preocupações do dia a dia que compõem a mente, ou seja, um repositório dos registros das experiências da alma.

Quem tem sonhos recorrentes e em capítulos?

O motivo de ter sonhos recorrentes ou em capítulos está relacionando à dificuldade de entender ou colocar em prática as mensagens armazenadas no inconsciente. As pessoas com um perfil muito resistente a mudanças ou que possuem um superego altamente rígido, são as que mais sonhos repetitivos ou em sequência possuem. Além de buscar ajuda para entender os significados dos sonhos, é necessário que o sonhador reflita sobre as atitudes comportamentais, pois, de acordo com a psicanálise, enquanto a solução de um problema não for encontrada, o sonho irá surgir em forma de lembrete.

A relação do sonho com a alma

Os espiritualistas afirmam que durante o sonho a alma liberta-se do corpo indo ao encontro de outras almas. A libertação da alma é o que causa a sensação de um sonho contínuo, pois sua libertação está relacionada com a busca por um ambiente agradável, sendo comum a alma retornar sempre ao mesmo lugar ou a um lugar onde já esteve para dar continuidade a uma tarefa.

Diversas ações são comuns quando a alma liberta-se do corpo como, por exemplo, o desenvolvimento de um projeto, a criação de uma obra de arte, ou simplesmente a repetição de situações do dia a dia. Existem diversas histórias de músicos que sonharam com a composição das letras de músicas, matemáticos que encontraram a resolução de cálculos nos sonhos, cineastas que produziram filmes com cenas que visualizaram nos sonhos, entre outros. Há também as histórias que despertam a atenção pela continuidade do processo. Na enciclopédia de Diderot, no vocábulo “sonambulismo” há o registro de um jovem sacerdote que se levantava à noite, dirigia-se ao seu escritório para escrever sermões e retornava ao quarto, tudo isso dormindo.

A hipnose nos sonhos

A hipnose é um fenômeno neurológico com um efeito característico sobre o cérebro capaz de alterar o estado normal das pessoas. Diversas experiências de hipnose foram desenvolvidas, uma delas, produzida pelo médico alemão Schrenck Notzing, dava ordens aos voluntários da pesquisa que não se esquecessem dos sonhos, pois deveriam relatar todas as situações ao acordar. Como uma pessoa hipnotizada pode literalmente ver, ouvir e sentir o que é sugerido pelo hipnotizador, o experimento de Notzing foi capaz de comprovar que os sonhos podem ser induzidos por hipnose.

Os sonhos sem efeito da hipnose

Para as pessoas que vivenciam o fenômeno de sonhar de forma recorrente ou em capítulos, a ciência afirma que, de certa maneira, há uma indução à continuação do sonho. Talvez os acontecimentos do sonho sejam algo desejado, ou uma ocorrência a que o sonhador esteja vinculado, algo que realmente possua um significado muito importante no inconsciente. Dessa forma, qualquer pessoa pode escolher com o que sonhar, podendo ainda, induzir a continuação desse processo ao longo dos sonhos.

A ciência vs. A espiritualidade

A ciência e a espiritualidade apresentam conceitos distintos em relação ao estudo dos sonhos. Entretanto, o que sabemos é que os sonhos acontecem, afinal, relatos e descobertas sobre o significado dos sonhos surgem todos os dias. Além disso, as dimensões que compõem o consciente e inconsciente são muitas, tendo muito para ser desvendado e estudado no universo invisível que nos rodeia.  

Gostou deste artigo?: